Facebook
Twitter
Google+
Follow by Email

MADURA PARA AMAR: FÁTIMA BERNARDES E O “SEGUIR EM FRENTE”

fatima-bernardes2

Apresentadora surpreendeu a todos com namorado mais jovem no último mês

As redes sociais e a imprensa ficaram movimentadíssimas com a notícia de que a apresentadora Fátima Bernardes estava com um novo namorado, após a sua separação com o jornalista William Bonner. Contudo, o que mais ganhou destaque na repercussão não foi a felicidade declarada da global com o novo relacionamento, mas a figura masculina envolvida: Túlio Gadelha, um rapaz 26 mais novo que ela.

É ainda um tabu sem tamanho a possibilidade de mulheres maduras escolherem homens mais jovens para se relacionarem, ao passo que a sociedade encara com naturalidade os inúmeros casos em que homens mais velhos desfilam com namoradas até 50 anos mais jovens que eles – Francisco Cuoco e Carlos Alberto de Nóbrega que o digam! Com a Fátima Bernardes não foi diferente. A principal questão levantada a respeito do seu novo relacionamento foi a diferença de idade entre ela e seu novo amor, reverberando a ideia de que a mulher mais jovem deve ser sempre um objeto a ser ostentado pelos homens mais velhos, num claro aceno à objetificação dos corpos femininos. Quanto à mulher madura, se relacionar com um homem mais jovem é uma atitude inesperada, que ainda gera comentários dos mais diversos tipos, inclusive os de mau gosto.

O mundo ainda não entende – ou não aceita – que não buscamos mais enquadrar nossa vida afetiva e sexual em perfis engessados, que nos deixavam sem possibilidades plurais de relacionamentos. A mulher madura, hoje, além de cuidar do corpo e da saúde de forma muito mais intensa do que antes, e com resultados cada vez mais surpreendentes, vale ressaltar, está assumindo um perfil mais libertário, que põe em cheque os estereótipos aos quais foi submetida durante séculos e que hoje não cabem mais. Seguir em frente é um ato de maturidade e amor a si própria, e Fátima Bernardes nos deu uma baita aula sobre o assunto!

Iriz Azi

Perfil

Iris-17

Nasceu em 29 de março de 1967, é ariana, baiana, casada, mãe de dois filhos. Graduada em Relações Internacionais, com mestrado em Desenvolvimento Regional e Urbano e  empresária no segmento de beleza e bem-estar há 5 anos.

2 comentários

  1. Marcia Wicks Amaral em 11 de dezembro de 2017 às 09:43

    Independente da idade a resiliência na maturidade é muito importante para o equilíbrio da mulher numa fase de tantas mudanças.
    O amor sempre é bem vindo e nos dar muita força nessa fase de vida que tem suas vantagens e desvantagens.
    Quanto ao exemplo de Fátima Bernardes por ser uma figura pública nos passa um bom exemplo de amor próprio e autoestima elevada.
    “Viva o Amor” e que vivamos mais amores que nos dão força para seguir a vida.

  2. Célia em 11 de dezembro de 2017 às 10:07

    Adorei o artigo. Parabéns!

Deixe um Comentário





close

Gostou deste blog? Compartilhe! ;)